Quero abrir uma empresa online: como devo fazer?

Equipe Qipu

Mar/30/2021

Quero abrir uma empresa online , Contabilidade Online , Contabilidade Online Qipu , Contabilidade Simples Nacional , Simples Nacional , Microempreendedor Individual

'Quero abrir uma empresa online' é uma de suas frases mais ditas? Então descubra AGORA como realizar seu sonho em 6 passos do começo ao fim!

‘Quero abrir uma empresa online, mas não sei como iniciar!’ — se você tem esse pensamento de forma recorrente, temos uma boa notícia: chegou a hora de tirar todas as suas dúvidas!

Investir em um negócio digital é uma alternativa vantajosa para diferentes perfis de empreendedores. Isso porque a internet oferece espaço para múltiplas iniciativas, conectando quem precisa de ajuda com empresas que podem ajudar.

Para você ter uma ideia, de acordo com a HBR, o Brasil é o 35º país mais favorável para fazer negócios digitais. A previsão de crescimento do comércio eletrônico para 2020 era de 18%, alcançando a marca dos R$106 milhões, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico. Para 2021, de acordo com a Ebit, a previsão é de um crescimento de 21% em relação ao ano anterior.

Quer entender como mergulhar neste mercado que só cresce? Então continue a leitura deste artigo!

“Quero abrir uma empresa online, e agora?” 6 passos essenciais para realizar seu sonho

“Qipu, quero abrir uma empresa online, mas não sei por onde começar!” Se esta dúvida está entre os seus pensamentos recorrentes, chegou a hora de obter todas as respostas que procura!

Construímos um passo a passo com 6 etapas que não podem ficar de fora do seu planejamento de abertura de um negócio online.

1. Defina o perfil do seu negócio

Se “quero abrir uma empresa online” está entre as frases mais ditas por você, é hora de dar um passo à frente. Aliás, o primeiro passo em direção à realização do seu sonho é a definição do seu perfil de negócio.

O leque de possibilidades de investimentos em produtos digitais e negócios online é vasto, e há opções para todo perfil de empreendedor. Por isso, antes de bater o martelo, avalie detalhadamente as questões abaixo:

  • o que será vendido? um produto ou serviço?
  • qual é a sua relação com este produto ou serviço?Por que você optou por comercializá-lo?
  • qual será o formato da empresa? loja virtual? franquia? venda por busca ativa de clientes?
  • que papel será desempenhado por você nesta empresa? Líder, mentor, colaborador ou um pouco de cada?

2. Invista em uma boa análise de mercado e dos consumidores

Outro passo essencial para quem quer abrir uma empresa online é a análise de mercado. Como pontuamos no primeiro tópico deste artigo, o ambiente digital vem se mostrando sólido e promissor para novos negócios.

Entretanto, é preciso ter atenção e saber encontrar o melhor caminho para trilhar, escapando da concorrência e, sobretudo, entendendo as necessidades do consumidor digital.

Aliás, nós podemos dar algumas dicas sobre este novo perfil. Reunimos dados divulgados em diferentes pesquisas sobre o comércio digital e as expectativas do cliente neste mundo tão vasto em oportunidades para vender e comprar serviços e produtos:

  • de acordo com este relatório, a maior parte dos consumidores online é representada pela geração Millenial (65%), seguida pela geração X (24%);
  • a mesma pesquisa mostra que 44% dos consumidores busca proativamente por promoções na internet;
  • de acordo com esta matéria, no mês de abril de 2020, durante a pandemia do novo coronavírus, o volume de compras online cresceu 387% de uma semana para outra;
  • a pesquisa State of Commerce Experience mostrou que os canais com maior influência sobre a decisão de compra dos consumidores na internet são: Google, Instagram e Facebook — e esta é uma dica de ouro sobre os caminhos do seu planejamento de marketing!

3. Construa um plano de negócio

Após identificar o core business do negócio e situá-lo no contexto da internet e dos consumidores digitais, é hora de partir para a materialização. Se “quero abrir uma empresa online” é uma das suas frases preferidas, você está cada vez mais perto de entender passo a passo como fazê-lo!

Antes de formalizar seu negócio, é preciso fazer um planejamento para entender se suas propostas e objetivos são realistas e alcançáveis. É aí que entra o plano de negócio. A função desta ferramenta, elementar no mundo do empreendedorismo, é ajudar a compreender a essência de uma empresa e de que forma ela pode (e deve)ser trabalhada para atingir o sucesso esperado.

Um bom modelo de negócios aborda:

  • análise de mercado;
  • avaliação da concorrência;
  • apresentação do público-alvo;
  • estrutura interna da empresa;
  • principais fornecedores;
  • aspectos logísticos;
  • objetivos de curto, médio e longo prazo;
  • cronograma de realização das ações;
  • orçamento disponível.

Quer entender o funcionamento do plano de negócios na prática? Acompanhe o vídeo abaixo.

4. Formalize sua empresa

Pronto! Chegou a hora de tornar seu negócio real. Esta é a etapa de formalização.

A formalização de um negócio passa por diferentes avaliações, estudos e escolhas. Os principais deles dizem respeito ao formato da empresa e ao regime de tributação.

O enquadramento do seu negócio em um formato jurídico e regime tributário depende de uma série de condições e características, tais como: faturamento anual, capital social, quantidade de sócios, etc. Por isso, é importante conhecer cada um deles e, então, enquadrar seu negócio na categoria adequada. Veja alguns exemplos:

  • MEI – Microempreendedor Individual

Nesta modalidade, o faturamento anual deve ser de até R$ 81 mil. Além disso, o titular do cadastro no MEI não pode ser sócio de outra empresa. Se você já decidiu: quero abrir uma empresa online no regime MEI, acesse o Portal do Empreendedor e cadastre-se em poucos minutos.

  • ME – Microempresa

Para empreendedores que faturam até R$360 mil, a opção recomendada é a da abertura de uma Microempresa.

  • EPP – Empresa de Pequeno Porte

A EPP é a solução ideal para empreendedores cujo faturamento anual chega a R$ 4,8 milhões.

Além de enquadrar seu negócio, é preciso escolher o seu regime tributário. Veja a seguir as três principais opções:

Saiba mais detalhes sobre enquadramento e regimes de tributação lendo este artigo sobre como montar uma empresa online.

5. Defina seus canais de venda, métodos de pagamento e entrega

Agora sim, sua empresa está formalizada. É hora de torná-la real para o seu público!

Para isso, é preciso determinar os melhores canais de venda.

Vai oferecer um produto? Então você certamente precisa de um site ou e-commerce.

Seu forte é a venda de serviços? Neste caso, você pode começar a oferecer seu trabalho nas redes sociais.

Além dos canais de venda e comunicação entre você e seus clientes, é essencial que, a esta altura, sejam bem definidos os métodos de pagamento e a logística de entrega/prestação de serviço.

Nossa dica é trabalhar a estrutura de sua empresa para oferecer mais de uma opção ao cliente, tanto no que tange aos pagamentos (que podem ser feitos via transferência bancária, boleto, PIX, etc) quanto no que tange à entrega (motoboy? frete? entrega em mãos?).

6. Estruture uma campanha de lançamento

“Quero abrir uma empresa online, mas não sei como chegar aos meus clientes” — esta é uma dúvida comum aos empreendedores iniciantes, e nós temos o caminho das pedras: aposte em uma campanha de lançamento robusta!

Marketing nas redes sociais, promoções, cadastro de e-mails (e envio frequente de mensagens), criação de clubes de assinantes, transmissões exclusivas, parceria com influenciadores digitais. Estes são alguns dos caminhos possíveis para quem deseja abrir uma empresa online e torná-la um sucesso na rede.

Simplifique sua gestão de empresas online!

Entender como abrir uma empresa online é o primeiro passo para materializar seu sonho e conquistar seu lugar ao Sol no mundo dos negócios. Por sorte, o ambiente digital oferece inúmeras ferramentas que tornam sua gestão de empresas mais fácil, garantindo o cumprimento de todas as obrigações fiscais e tributárias.

O Qipu é uma destas ferramentas. É a versão repaginada da contabilidade que você está acostumado: digital, completa, barata e fácil de entender. Se você tem CNPJ - ou quer abrir - e não tem funcionários, o Qipu é pra você.

Conheça nosso produto aqui e, se já tiver empresa aberta, faça um check up completo e gratuito do seu CNPJ!

Não deixe de ler também

BAIXE GRÁTIS O APLICATIVO | Ou acesse a versão web

Escaneine o QR Code com seu dispositivo Android ou IOS